1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

SAÚDE: 1ª Conferência Municipal de Vigilância discute o tema “Direito, conquistas e defesa de um SUS de qualidade”

Escrito por  Andressa de Bem e Canto 09 Agosto 2017 Publicado em Últimas Notícias
SAÚDE: 1ª Conferência Municipal de Vigilância discute o tema “Direito, conquistas e defesa de um SUS de qualidade” Fernando Planella

Evento foi direcionado aos servidores municipais, usuários, prestadores de serviços e à comunidade em geral.

    Nesta quarta-feira, 9 de agosto, a Prefeitura de Cachoeirinha, através da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu a 1ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde, na Faculdade Cesuca, com o tema “Direito, conquistas e defesa de um SUS de qualidade”.
    Na abertura, o coordenador da Vigilância em Saúde, Gelson Braga, chamou a atenção para o diálogo entre os servidores, os prestadores de serviços da área da saúde e a sociedade. “Queremos melhorar os nossos serviços, principalmente na integração das diferentes áreas da secretaria e também com as outras secretarias”, afirmou.
    O coordenador do curso de Ciências Contábeis da Cesuca, Guilherme Pressi, falou da importância desse tipo de evento para a sociedade. “Que todos possam pôr em prática o que for discutido aqui”, sugeriu. A chefe da Vigilância Ambiental em Saúde, Lúcia Mardine, lembrou que “este é um espaço para que possamos debater as demandas que serão levadas à Conferência Estadual de Vigilância em Saúde”.
    O vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, José Oclécio Padilha, representado o presidente da entidade, André Melo, declarou que “o conselho apoia a realização de iniciativas com esta conferência, pois é o momento de a população participar e definir o que vamos fazer”.
    O secretário de Saúde, Paulo Abrão, agradeceu a dedicação dos servidores da Vigilância em Saúde. “Que possamos sair desta conferência com uma bagagem maior, a ser aplicada na Vigilância em Saúde”, complementou.
    O presidente da Câmara de Vereadores, Marco Barbosa, enalteceu a disposição do município e da Secretaria de Saúde em realizar a 1ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde. “Este evento é fundamental pois falaremos sobre a questão da prevenção em saúde e o Brasil ainda tem muito a melhorar neste quesito”, pontuou.
    O prefeito Miki Breier encerrou as falas oficiais esclarecendo que, mesmo em um momento de crise, o município se uniu para realizar a conferência. “O tema da saúde perpassa todas as outras áreas do governo, por isso incentivamos o fortalecimento da saúde pública de qualidade”, finalizou o titular do Executivo Municipal.
    Na sequência, ocorreu a leitura do Regimento Interno, seguido da palestra “Um novo olhar sobre a Vigilância em Saúde no município de Cachoeirinha”, ministrada pelo coordenador da Vigilância em Saúde, Gelson Braga. O palestrante lembrou que, em 2006, o Pacto de Gestão incentivou a integração das Vigilâncias em Saúde e Atenção Básica. “A integração entre Estados, empresas e pessoas é um norte para a construção coletiva do SUS e para o fortalecimento dos programas e ações da Vigilância em Saúde”, explicou.
    A palestra subsequente foi “A integração dos setores na Vigilância em Saúde”, com a palestrante Angela Pitta, da 2ª CRSs – Vigilância Ambiental em Saúde. Depois, ocorreu a palestra “Segurança Alimentar” – Setor de Vigilância Sanitária, cujo palestrante foi médico veterinário Luis Fernando Trindade Ferreira. Após de um intervalo para café, a conferência seguiu com a palestra “Prevenção de Doenças e Resposta Social” – Setor de Vigilância Epidemiológica, com a enfermeira Gisele Tertuliano.
    Em seguida, aconteceu a palestra “Trabalhar Sim! Adoecer Não!” – Setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador, com a enfermeira Joice Carvalho Avelhaneda. Na sequência, ocorreu a palestra “O Ambiente Não Pode te Deixar Doente” – Setor de Vigilância Ambiental, com o biólogo João Henrique Dobler de Lima. A última palestra foi “O Papel do Cidadão na Prevenção às Endemias” – Setor de Combate a Endemias, com a agente visitadora sanitária Gaudiléia Flack Pinto.
    Após um intervalo para almoço, a conferência seguiu à tarde, com os Grupos de Trabalho, divididos em quatro eixos temáticos. Depois, ocorreu a eleição dos delegados que representarão o município na Conferência Estadual de Vigilância em Saúde. O evento foi encerrado com a plenária e a leitura do relatório final.