1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

SEGURANÇA: Furto de veículos teve uma redução de 23% em Cachoeirinha entre janeiro de 2016 e outubro de 2017

Escrito por  Gisele Ortolan 14 Novembro 2017 Publicado em Últimas Notícias
SEGURANÇA: Furto de veículos teve uma redução de 23% em Cachoeirinha entre janeiro de 2016 e outubro de 2017 Fernando Planella

Dados da ação integrada das forças de segurança foram analisados durante reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal

A Prefeitura de Cachoeirinha realizou na manhã desta terça-feira, dia 14, mais uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M). No encontro, a avaliação dos dados do Observatório de Segurança Pública Cachoeirinha. O levantamento aponta que, entre janeiro de 2016 e outubro de 2017, o furto de veículos foi, entre os índices medidos, o com maior queda: foram 750 casos a menos, uma redução de 23%. “Na sequência, o roubo de veículos caiu 9% e o roubo a pedestres 2%”, destacou o prefeito Miki Breier.

Os números apresentados pelo comando do 26o BPM da Brigada Militar, também indicam que a maioria dos índices medidos tiveram queda em 2017 em comparação com o período anterior: roubo a estabelecimento comercial, roubo a pedestre, roubo a transporte público, roubo de veículo, furto arrombamento e roubo a residência tiveram redução ou ficaram na média em relação ao ano anterior. Já os crimes de homicídio doloso foram os que apresentaram elevação.

“A Brigada Militar trabalha a partir dos dados coletados com as ocorrências. Desta foram, com planejamento e atuação integrada às outras forças, como a Guarda Municipal e Agentes de Trânsito, têm conseguido manter os índices abaixo da média em Cachoeirinha”, explica Luciano Moritz Bueno.

O secretário municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Marco Aguirre Gouveia, acrescenta que, além do planejamento e da atuação conjunta medidas como o Balada Segura, o programa Cidade Digital e o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) têm fortalecido a segurança pública em Cachoeirinha. “Os números evidenciam que com investimento em tecnologia, integração entre as forças políticas, o executivo e a comunidade é que vamos vencer a violência”, destaca.