1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

EMPREENDEDORISMO: Cachoeirinha terá escritório da Junta Comercial

Escrito por  Andressa de Bem e Canto 29 Novembro 2017 Publicado em Últimas Notícias

Convênio será assinado nesta quinta-feira, dia 30. Serviço vai funcionar na Prefeitura.


Nesta quinta-feira, 30 de novembro, será assinado um convênio entre o município e a Junta Comercial para instalar em Cachoeirinha um Escritório Regional da Junta Comercial. O evento acontece às 19h, na Av. Mario Tavares Haussen, 240, Bairro City Nova Fase, junto com a entrega da primeira fase da obra de construção da nova sede da Associação Comercial de Cachoeirinha (ACC).
Ação, que deve estar finalizada em março com a integração à Rede Simples, vai desburocratizar a abertura de novas empresas em Cachoeirinha, gerando empregos e divisas para a cidade.“Esta medida faz parte do conjunto de ações que o governo está implementado para garantir a criação de mais empregos e o fomento às atividades econômicas”, lembra o prefeito Miki Breier, ao acrescentar de que este foi mais um dos compromissos assumidos com a cidade e que está sendo colocado em prática.
A Junta Comercial presta serviços como abertura de empresas, emissão de certidões, registros, cancelamento de registros entre outros. O serviço começará a funcionar no ano que vem, na Prefeitura.
A Rede Simples terá diversos benefícios para quem deseja abrir uma empresa e também para as pessoas jurídicas já instaladas na cidade. “Haverá uma entrada única dos dados cadastrais e documentos, reduzindo o tempo para o registro e legalização de empresas. Vai extinguir ainda a duplicidade de exigências, modernizando a gestão municipal, já que será a informação que vão circular e não mais o cidadão”, aponta Nelson Martini, secretário de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico.
Através da implantação de escritório regional da JucisRS e da integração à Rede Simples o economista financeiro da Prefeitura, Lucimar Antônio, destaca ainda a facilidade no fluxo das informações. “Teremos a unicidade de todo o processo, atendendo ao apelo do setor por menos burocracia, e integrando todos órgãos de registro como juntas comerciais, cartórios ou OAB, além das administrações tributárias federal, estadual e municipal e os órgãos licenciadores, em especial Bombeiros, Vigilância Sanitária e meio ambiente”, explica.
    Nos últimos dois meses, Cachoeirinha registrou a abertura de 57 novos empreendimentos, entre empresas, comércio e prestadores de serviços. Conforme o secretário de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Nelson Martini, em 2017, o município teve 649 novos negócios, o que demonstra um reaquecimento da economia local. “Vamos incentivar ainda mais o empreendedorismo na cidade, por isso, queremos criar uma Sala do Empreendedor em Cachoeirinha”, avisa o titular da pasta.