1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

INFÂNCIA: Programa Criança Feliz vai beneficiar mais de 500 crianças de 0 a 6 anos em Cachoeirinha

Escrito por  Andressa de Bem e Canto 12 Julho 2018 Publicado em Últimas Notícias
INFÂNCIA: Programa Criança Feliz vai beneficiar mais de 500 crianças de 0 a 6 anos em Cachoeirinha Divulgação

O projeto deve começar no município em agosto e tem como objetivo promover o desenvolvimento infantil integral desde a primeira infância, através do acompanhamento das famílias.


    O Programa Criança Feliz, criado pelo Governo Federal em parceira com o PIM (Primeira Infância Melhor) do Governo do Estado e executado em parceira com os municípios, tem como objetivo promover o desenvolvimento infantil integral desde a primeira infância, através do acompanhamento das famílias.
    Em Cachoeirinha, o projeto deve começar em agosto e vai beneficiar mais de 500 crianças de 0 a 6 anos. “Por meio de visitas domiciliares às famílias participantes do Programa Bolsa Família, as equipes do Criança Feliz darão orientações sobre nutrição infantil, fortalecimento de vínculos familiares, proteção à saúde e à educação da criança”, explica o prefeito Miki Breier.
    No município, o programa será desenvolvido pelas Secretarias de Saúde, de Educação e de Assistência Social, Cidadania e Habitação. Conforme o titular da Assistência Social, Valdir Mattos, “o programa será executado em Cachoeirinha por 19 colaboradores contratados e com o apoio das equipes dos CRAS do município”.
    Para participar do Programa Criança Feliz é preciso estar com os dados do Cadastro Único atualizados, principalmente quando há grávidas e crianças de até três anos na família.

Qual é o público-alvo do programa?

    - Gestantes, crianças de até três anos e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família;
    - Crianças de até seis anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e suas famílias;
    - Crianças de até seis anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção prevista no art. 101 da Lei nº 8.609, de 13 de julho de 1990, e suas famílias.