Prefeitura Municipal de Cachoeirinha - MUTIRÃO: Podas e limpeza na Flores da Cunha são retomadas
  1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

MUTIRÃO: Podas e limpeza na Flores da Cunha são retomadas

Escrito por  Gisele Ortolan 02 Agosto 2018 Publicado em Últimas Notícias
MUTIRÃO: Podas e limpeza na Flores da Cunha são retomadas Divulgação PMC

Podas executadas seguem orientações técnicas. Na semana passada, a copa de um exemplar de jambolão precisou ser cortada em razão de uma extensa rachadura, provavelmente provocada por um raio.


As secretarias municipais de Governança e Gestão, Infraestrutura e Serviços Urbanos, Segurança e Mobilidade e, ainda, Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico retomaram nesta quinta-feira, dia 2, a ação conjunta de poda das árvores localizadas ao longo da Avenida Flores da Cunha.
O prefeito Miki Breier lembra que a ação vinha sendo solicitada há muito tempo, por diversos setores do município, devido ao risco que algumas árvores vem apresentando. "Estamos atendendo a esta demana que é dos comerciantes, da população, registrada através de inúmeros protocolos; da Secretaria de Segurança e Mobilidade, devido a problemas na visualização dos sinais de trânsito, câmeras de vigilância e iluminação pública". O trabalho seguirá nas próximas semanas até a conclusão de todo o trecho.
As podas executadas seguem orientações técnicas e são aconpanhadas por profissionais da Secretaria de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, com o objetivo de danificar o mínimo possível os exemplares.
Conforme o técnico agropecuário Nerison Medeiros Kortz, que supervisiona a ação, o trabalho visa a retirar os galhos secos e rachados que apresentem risco de queda; realizar a limpeza do tronco para melhorar a vizualização do trânsito e das câmeras de vigilância, através da poda dos galhos pendentes e localizados abaixo de quatro metros de altura; retirar os galhos com excesso de peso e que estejam projetados sobre o leito da avenida, causando desequilíbrio ao vegetal e com risco de queda; retirar os galhos localizados a um metro dos fios de energia elétrica; e realizar afastamento predial em dois metros. "As podas são executadas de maneira que não causem desequilíbrio à copa dos vegetais e executadas com motosserra ou serrote, não deixando lascas", destaca.
A primeira ação foi realizada na semana passada quando foi identificado um exemplar de jambolão que necessitou de uma poda drástica, devido a uma extensa rachadura em seus galhos principais, provavelmente provocada por um raio. "Diante desse cenário, optou-se por retirar todo o peso da copa, para diminuir os riscos de queda do vegetal", explica Nerison.