CIDADANIA: Projeto Guarda Mirim duplicará o número de crianças atendidas

Escrito por  Andressa de Bem e Canto 27 Fevereiro 2019 Publicado em Últimas Notícias
Lido 611 vezes

No ano passado, as atividades eram somente pela manhã, e o projeto atendia 27 crianças; agora, será manhã e tarde, passando a atender 54 alunos

O projeto Guarda Mirim está ampliando sua atuação para dobrar o número de crianças atendidas. No ano passado, as atividades eram somente pela manhã, e o projeto atendia 27 crianças; agora, será manhã e tarde, passando a atender 54 alunos.

A pedido do prefeito Miki Breier, está sendo construído o projeto Crescemos com Segurança, que abrange além da ampliação da Guarda Mirim, as palestras realizadas nas escolas municipais, estaduais e particulares de Cachoeirinha, cujo foco principal é o combate ao bullying. "No ano passado, nenhuma criança que participou do projeto Guarda Mirim reprovou de ano", revela o titular do Executivo Municipal.

O coordenador do projeto Guarda Mirim, Jonas Alvarino Borba da Silva, esclarece que foram reiniciadas as atividades nesta terça-feira, 26 de fevereiro, para as crianças já participantes. "Nos dias 7, 8 e 11 de março será feita a divulgação nas escolas da documentação necessária para novos alunos interessados em participar. No dia 12 de março, das 8h às 17h, ocorrerão as inscrições na EMEF Portugal e dia 14 a divulgação para a Secretaria de Educação das crianças contempladas com as vagas", informa Silva.

O projeto Guarda Mirim é realizado no turno inverso ao das aulas e abrange a faixa etária de 10 a 14 anos. As atividades acontecem na EMEF Portugal, em dois turnos, das 9h às 17h. No local, também são recebidos alunos das EMEFs Assunção, Natálio Schlain, Fidel Zanchetta, Tiradentes e Ivo Rech. Para este ano, o projeto terá novidades como a participação de psicólogos voluntários, do estúdio de dança Daiene Weiss e a adoção da horta da EMEF Portugal.

O projeto atua no movimento todos contra o bullying, na promoção de atividades físicas, moral e cívica, passeios culturais e de lazer, técnicas de primeiros socorros, orientações de trânsito, reforço de matemática e português. Em 2018, por exemplo, os alunos foram levados ao Theatro São Pedro, Teatro do Bourbon Country, Jardim Botânico, Rio Gravataí e às atividades promovidas pela Prefeitura.

Os alunos interessados em ingressar no projeto devem levar os originais dos seguintes documentos:

- Comprovante de renda familiar

- Número do NIS, para quem possui inscrição no Bolsa Família

- Comprovante de matrícula

- Documento oficial com foto da criança e do responsável

voltar ao topo