1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER: Cachoeirinha inaugura sala de acolhimento especializado em atendimento a mulheres

Escrito por  Carol Candido 07 Março 2019 Publicado em Últimas Notícias

Espaço tem como objetivo humanizar o atendimento de mulheres vítimas de violência física e sexual.

A Polícia Civil com o apoio da Prefeitura de Cachoeirinha inaugurou na tarde desta quinta-feira, 07, uma sala preparada para dar atendimento especializado, com mais dignidade e segurança as vítimas de violência doméstica. Participaram da cerimônia de inauguração prefeito, Miki Breier, primeira dama e coordenadora do Viva Mulher, Vanessa Morais, diretora de polícia Metropolitana, Adriana Regina da Costa, chefe de Polícia do RS, Nadine Farias Anflor, delegado de polícia metropolitana, Rodrigo Bozzetto, 2º delegado de Cachoeirinha Maurício Barison, representante da coordenadoria da promotoria de Justiça, Dra. Simone Keuneck, comandante do comando de policiamento da capital, tenente coronel Alexandre Rosa e comandante do Corpo de Bombeiros, Fabiano Pereira.

Demanda antiga

A sala tem objetivo de sanar uma demanda antiga da cidade. Conforme o delegado Maurício Barison, ao assumir a titularidade da 2º delegacia (no dia 14 de janeiro deste ano), percebeu uma grande necessidade relacionada ao atendimento das mulheres vítimas de violência doméstica. “A análise dos dados estatísticos dos crimes praticados contra a mulher comprovaram a imediata necessidade de amplo projeto que objetiva reduzir o alarmante número deste tipo de violência.”, ressaltou o delegado. “Ano passado foram solicitadas a 2ª delegacia de Cachoeirinha aproximadamente 250 medidas protetivas de urgência”, esclareceu.

A primeira-dama e coordenadora do programa Viva Mulher, Vanessa Morais, disse estar feliz e grata pelo espaço que resolverá a necessidade de atendimento as mulheres de Cachoeirinha. “A iniciativa do delegado e da equipe da 2ª delegacia de polícia, sela e materializa algo que há muitos anos é debatido na cidade. A força de vontade faz a diferença”, ressaltou.
A primeira-dama também aproveitou a ocasião para agradecer as empresárias Marlene Fialho e Maria do Carmo que acolherem a ideia e cederam objetos para compor a sala.

O prefeito Miki Breier, disse que esse é um 8 de março que vale a pena ser comemorado. “Além desta sala nós estaremos conveniando Cachoeirinha com a fundação La Salle para que junto com outros 12 municípios da região Metropolitana possamos criar e construir uma Casa de Acolhimento para as mulheres vítimas de violência”, destacou. O prefeito lembra que muitas destas mulheres agredidas as vezes precisam voltar para a casa com o agressor. “A casa de acolhimento vai nos proporcionar qualificar ainda mais o atendimento as vítima”, contou.
A delegada Nadine Farias Anflor, chefe de Polícia do RS, destacou a agilidade do delegado, Maurício Barison e delegado regional, Rodrigo Bozzetto, que menos de 60 dias viabilizaram a construção desta sala. “Isso sim é quebra de paradigma”, concluiu.