EDUCAÇÃO: Mais de 4 mil alunos da rede municipal têm atividades no contraturno escolar

Escrito por  Vanessa Martins 25 Novembro 2019 Publicado em Últimas Notícias
Lido 352 vezes
EDUCAÇÃO: Mais de 4 mil alunos da rede municipal têm atividades no contraturno escolar Foto: Fernando Planella

Projetos vão muito além do reforço das aulas, buscando a promoção da cidadania e das capacidades das crianças e jovens.

A Secretaria Municipal de Educação desenvolve oito projetos em turno inverso ao escolar, que vão muito além do reforço das aulas, buscando a promoção da cidadania e das capacidades das crianças e jovens. Os programas envolvem 4.027 estudantes da rede municipal de ensino, matriculados do 1º ao 9º ano. "Isto representa mais de 44% dos alunos, ou seja, quase a metade dos estudantes estão envolvidos nestes programas", destaca a secretária da pasta, Rosa Maria Lippert.

Algumas destas iniciativas são promovidas em parceria com organizações ou outras secretarias municipais. É o caso do projeto Alvo no Futuro, oferecido desde 2014 no município, realizado com o apoio da Associação Arthemis, cujo papel é o desenvolvimento de arqueiros iniciantes que podem compor a equipe de alto rendimento da Associação. Diversos alunos de Cachoeirinha já receberam premiações em competições estaduais e nacionais de tiro com arco, graças a esta iniciativa.

Outro exemplo é o Canta e Encanta Minha Gente, que era chamado de Música, Ação, Inclusão (MAI) e mudou de nome a partir da remodelação e parceria com a Fundação La Salle, que realiza oficinas de instrumentos musicais e de canto nas escolas, além de formação teórica para os profissionais que atuam no projeto e na manutenção dos instrumentos. Em conjunto com a secretaria de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico é realizado o projeto Vivências e Práticas Meditativas e Ecologia Profunda na Educação, no Parque Municipal Tancredo Neves. E com a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade, é realizado o Crescendo com Segurança – Guarda Mirim, e inclui palestras e oficinas nas áreas de saúde, educação, esporte, cultura e assistência social. Neste ano o projeto foi premiado no 3º Prêmio Boas Práticas Famurs e ficou em segundo lugar na categoria Segurança.

Conheça outros projetos:

Cata-Vento: preocupa-se com o alto grau de multi repetência nas séries iniciais e a disparidade ano/série. Busca descobrir potenciais e elevar a autoestima, através de proposta de aprendizagem diferenciadas, entre elas educação ambiental, plantio, confecção de jogos, trabalhos artísticos, levando para o registro escrito, compreendendo assim a importância na vida da leitura e da escrita.

Movi-Mente – Dançando eu me transformo: Realiza oficinas de danças desenvolvendo as potencialidades corporais do aluno, estimulando o desenvolvimento físico, cognitivo, emocional e social, despertando a criatividade como elemento de autoexpressão.

Vivências e Práticas Meditativas e Ecologia Profunda na Educação: desenvolve práticas e vivências que promovam a atenção e o foco, a pacificação das relações interpessoais, a autorreflexão, o autoconhecimento, a paz interior e a harmonia nas relações entre si e com o meio ambiente, através de práticas meditativas junto a natureza, proporcionando vivência e prática de meditação.

Banda Escolar: desenvolve atividades que promovam o contato com o mundo musical, resgatando e promovendo a inclusão social.

Texto de: Vanessa Martins/PMC
Edição de: Gisele Ortolan/PMC
Foto/Arte de: Divulgação/PMC
- Autorizada a reprodução dos textos de imagens, desde que as fontes sejam citadas.

voltar ao topo