CORONAVÍRUS: Município fiscaliza estabelecimentos comerciais que devem permanecer fechados

Escrito por  Andressa de Bem e Canto 24 Março 2020 Publicado em Últimas Notícias
Lido 1402 vezes
CORONAVÍRUS: Município fiscaliza estabelecimentos comerciais que devem permanecer fechados Arte PMC

Com relação aos estabelecimentos que podem funcionar em meio à pandemia do coronavírus, o município está fiscalizando o cumprimento das normas sanitárias de higiene e de distanciamento.


     Desde a publicação do Decreto 6843, de 23 de março de 2020, que proíbe a abertura dos estabelecimentos comerciais e de serviços, bem como atividades da construção civil, pelo período de 30 dias, o município de Cachoeirinha está atuando na fiscalização dos locais que devem permanecer fechados. Lembrando que os serviços essenciais seguem funcionando, tais como supermercados, farmácias, postos de gasolina, serviços relacionados à saúde, distribuidoras de água e gás, entre outros.
     As denúncias sobre estabelecimentos comerciais funcionando sem a permissão do Decreto 6843 devem ser feitas para o CICC, que só na segunda-feira recebeu 65 denúncias e 20 nesta terça-feira, 24 de março. Os telefones do CICC para denúncia são 153 e 3469-5311. “Estamos passando em todos os bairros e orientando e, caso não obtivermos êxito, encaminhamos para a Secretaria de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, para uma possível aplicação de multa. Mas, na maioria das vezes, percebemos o bom senso por parte dos comerciantes”, esclarece a secretária de Segurança e Mobilidade, Tatiana Boazão.
     Com relação aos estabelecimentos que podem funcionar em meio à pandemia do coronavírus, o município está fiscalizando o cumprimento das normas sanitárias de higiene e de distanciamento. Conforme o coordenador da Vigilância em Saúde, Gelson Braga, nesta terça-feira, foram recebidas quatro denúncias e na segunda-feira, 17 empresas foram visitadas, dentro da rotina já prevista pelo setor.
     “Primeiramente, estamos orientando as empresas e seus funcionários sobre como manter o ambiente e os equipamentos higienizados, lavar as mãos corretamente, entre outros. Processos administrativos e sanitários ou multas só serão aplicados em um segundo momento, no caso de descumprimento das normas sanitárias”, pontua. A população pode informar a Vigilância em Saúde sobre o descumprimento das normas sanitárias, inclusive nas indústrias, através do telefone 3041-8650.

voltar ao topo