1. Skip to Main Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

CORONAVÍRUS: Aulas na rede pública e privada serão retomadas na segunda-feira de forma não-presencial

Escrito por  vanessa Martins 28 Maio 2020 Publicado em Últimas Notícias
CORONAVÍRUS: Aulas na rede pública e privada serão retomadas na segunda-feira de forma não-presencial Divulgação/PMC

Prefeitura seguirá protocolo do Estado, anunciado na live desta quarta-feira, que prevê o retorno dos alunos às escolas possivelmente em julho.


As aulas em toda a rede pública e privada de ensino, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, deverão retomar a sua carga horária na próxima segunda-feira, 1º de junho, porém de forma remota. Foi o que anunciou nesta quarta-feira, 27, o governador Eduardo Leite em transmissão pelo Facebook. Segundo ele, o retorno das aulas presenciais só deve ocorrer no dia 1º de julho e de forma mista, com 50% presencial e 50% remota. Os protocolos ainda estão sendo finalizados e as medidas de como se dará este retorno serão anunciados no dia 15 de junho. “Até lá teremos mais clareza de como o coronavírus se comportará nas próximas semanas. Se se confirmar a tendência de estabilidade do contágio, teremos melhores condições de um retorno mais seguro”, disse ele.
Já os cursos livres e os cursos de ensino superior, pós-graduação e técnicos que necessitem de ensino prático ou que sejam necessários para a conclusão do curso, podem funcionar de forma presencial a partir de segunda-feira. Esta é a primeira de cinco etapas que o Governo do Estado terá para programar o retorno gradual às salas de aula.
Os alunos que não têm condições de desenvolver seus estudos à distância, terão garantido o acesso aos materiais que serão disponibilizados pelas escolas. É o que o Governo do Estado chamou de sistema híbrido e é o que já foi proposto pela Secretaria Municipal de Educação esta semana (leia aqui). “O que muda a partir deste anúncio do governador Eduardo Leite é que vamos ter estas atividades remotas contando como carga horária do ensino, conforme já estabeleceu o Conselho Municipal de Educação. Em breve, a Smed vai comunicar à comunidade escolar como isso se dará em âmbito municipal”, esclareceu o prefeito Miki Breier.